Metodologia

A BIOMOC utiliza o conceito “Controle Integrado de Pragas” como sua metodologia em ações preventivas e corretivas no ambiente urbano.
Este método impede que os vetores e pragas possam gerar problemas significativos no meio ambiente e reduz o uso abusivo e indiscriminado de produtos químicos (Inseticidas). O controle integrado de pragas, promove uma seleção de métodos de controle e o desenvolvimento de critérios que garantam resultados favoráveis sob o ponto de vista higiênico, ecológico e econômico. Entretanto, para se fazer isso, os hábitos e ciclos de vida dos vetores e pragas devem ser mapeados e analisados tecnicamente, possibilitando a tomada de decisão sobre as soluções apropriadas para resolver estes problemas.

Os protocolos adotados no controle integrado de vetores e pragas dependerão de uma série de variáveis, normalmente identificadas em inspeção do local e do diagnóstico do problema.
Após esse processo, são adotadas medidas preventivas e medidas corretivas, que são constantemente monitoradas, semanalmente ou mensalmente.

Acreditamos que o conhecimento deve ser compartilhado, para que a BIOMOC e seus clientes estejam em sinergia. Ofertamos treinamentos e informações técnicas aos nossos clientes, com o objetivo de instruí-los sobre as boas práticas operacionais e de higiene, afim de atuarmos juntos na eliminação dos vetores e pragas.


CONTROLE INTEGRADO DE VETORES E PRAGAS

Identificar a espécie: A correta identificação da espécie possibilita o levantamento de informações técnicas e científicas sobre ela.

Aspectos comportamentais e biológicos do vetor ou praga: Após a identificação, pode-se buscar informações sobre o alimento, necessidades térmicas, umidade, habitat e aspectos da reprodução.

Determinar o nível de infestação: Analisar e determinar quais as condições locais que propiciam o desenvolvimento e a manutenção da infestação. Assim, pode-se determinar os métodos adequados de controle.

Conhecer e avaliar adequadamente o uso das medidas de controle (riscos, benefícios, eficácia): Adotar os métodos de controle químicos e biológicos (devidamente registrados) levando em conta a questão sobre nível de resistência dos vetores e pragas e a toxidade para as pessoas, animais, plantas e meio ambiente. Considerar medidas como: remoção mecânica (aspiração), armadilhas, iscas, defensivos, controle biológico entre outros.

Implementar medidas seguras e efetivas de controle: Avaliar o impacto das medidas a serem adotadas sobre o ambiente (público, animais domésticos, resíduo em alimentos, utensílios e meio ambiente).

Avaliar a eficiência do controle: Manter um sistema de monitoramento do nível de infestação (armadilhas de cola ou iscas, sinais indicativos de infestação entre outros) após a aplicação das medidas de controle e se necessário, adotar medidas de controle complementares.


MEDIDAS PREVENTIVAS NO CONTROLE DE PRAGAS

As principais medidas preventivas para o controle de pragas visam eliminar ou minimizar as condições ambientais que propiciem sua proliferação.

A base do Controle Integrado de Vetores e Pragas usam medidas conhecidas como os “4 As” – Água, Abrigo, Alimento e Acesso.

Água: Pequenas poças, água na pia da cozinha ou banheiro e vazamentos são grandes fontes de água.

Abrigo: Entulhos, espelhos de energia e pequenas frestas servem como abrigo para esses animais.

Alimento: Os resíduos de alimentos na pia, sobre a mesa, restos de alimentos nas esponjas de lavar louças e lixos produzidos pelo homem e animais são considerados alimentos para as pragas.

Acesso: Aberturas como frestas de janelas, portas, paredes, canalizações e qualquer mercadoria que entrar em um estabelecimento podem ser considerados meios de acesso das pragas ao local a ser protegido.

Eliminando por completo todos esses fatores, pode-se obter um controle satisfatório dos vetores e pragas, podendo até mesmo eliminar a necessidade de utilização de produtos químicos praguicidas.

Seguem abaixo, algumas dicas de medidas preventivas para que se consiga eliminar os fatores acima citados:

Telagem de janelas;

Vedação de aberturas, frestas e instalação de rodos na parte inferior de portas;

Ralos com dispositivo abre e fecha;

Cortinas de ar ou de tiras de PVC;

Drenagem;

Limpeza e Organização;

Manter o lixo em recipientes com tampas.


DIFERENCIAIS COMPETITIVOS

A BIOMOCDemais Empresas
Visão global e identificação correta dos problemasVisão localizada e não identifica o real motivo da causa dos problemas
Investigação do nível de infestação e diagnostico dos fatores que possibilitaram a instalação e reprodução dos vetores e pragas no localAtuação indiscriminada, não avalia de onde surgem as infestações
Aplicação de produtos em locais estratégicosAplicação de produtos em toda área
Adota métodos alternativos e sustentáveis de controle, como o controle biológicoUtiliza somente produtos químicos e muitas vezes com doses maiores que a recomenda pelo fabricante
Reduzida utilização de produtos químicos e se utilizados, possuem baixa toxidade e resistência e são específicos para a espécie praga Utilização indiscriminada de produtos químicos, muitos destes com alta toxidade e ineficazes devido à resistência adquirida pelos vetores e pragas
Menor probabilidade de contaminação de produtos, equipamentos, alimentos, pessoas, animais domésticos, plantas e meio ambienteDevido ao uso indiscriminado de produtos químicos, maior probabilidade de contaminação de produtos, equipamentos, alimentos, pessoas, animais domésticos, plantas e meio ambiente
Maior especificidade sobre o vetor ou pragaAplicação de produtos de amplo espectro, que matam insetos benéficos e inimigos naturais dos vetores e pragas
Menor possibilidade de ressurgência e resistência dos vetores e pragasMaior número de ressurgência e casos de resistências aos produtos químicos pelos vetores e pragas
Na maioria das vezes, as medidas de controle de vetores e pragas aplicadas pela BIOMOC podem ser feitas com a presença dos moradores, animais de estimação e funcionáriosExige a ausência por horas dos moradores, animais de estimação e funcionários do local

Cada ambiente é único, exigindo um trabalho personalizado de acordo com a demanda de cada cliente. Na visita técnica inicial, atuamos para investigar e identificar os vetores e pragas que estão presentes no local e o nível de infestação.

Após estudo detalhado da região, elaboramos e implantamos um protocolo e/ou programa, eficaz de controle de vetores e pragas.

Estamos prontos para te atender, agende sua visita!